Portalnda

Notícias Futebol

Clubes ingleses anunciam saída da Superliga

Chelsea é o último a confirmar que deixa a competição

Clubes ingleses anunciam saída da Superliga
"Nosso clube": protesto de torcedor do Chelsea em frente ao Stamford Bridge nesta terça-feira — Foto: Getty Images
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Os seis clubes ingleses envolvidos na Superliga europeia anunciaram nesta terça-feira que desistiram do projeto. Manchester United, Arsenal, Liverpool, Tottenham e Chelsea se juntaram ao Manchester City, o primeiro que puxou a fila e recuou num projeto ambicioso de 12 clubes criarem a sua própria competição em oposição à Uefa.

Ainda na noite desta terça, a Superliga anunciou a suspensão do projeto, para "reconsiderar passos mais apropriados".

O Chelsea foi o último clube inglês a anunciar a desistência, pouco antes das 21h (de Brasília). O City puxou o movimento, por volta das 17h30. Já Arsenal, Liverpool, Tottenham e Manchester United publicaram comunicados individuais às 18h55.

Com a saída dos ingleses, restaram na Superliga os clubes espanhóis (Atlético de Madrid, Barcelona e Real Madrid) e os italianos (Inter de Milão, Juventus e Milan).

Nos comunicados oficiais, os clubes destacaram que a posição de suas torcidas, do governo britânico e de outras partes interessadas foi fundamental.

"Continuamos comprometidos em trabalhar com outras pessoas em toda a comunidade do futebol para encontrar soluções sustentáveis para os desafios de longo prazo que o futebol enfrenta", escreveu o Manchester United.

O Arsenal, inclusive, assumiu o erro e pediu desculpas aos seus seguidores, enquanto o Liverpool declarou que os planos propostos para criar uma Superliga foram "interrompidos".

O presidente do Tottenham, Daniel Levy, aproveitou a oportunidade para se pronunciar após silêncio nos últimos dias.

- Lamentamos a ansiedade e o aborrecimento causados pela proposta da Superliga. Sentimos que era importante que nosso clube participasse do desenvolvimento de uma possível nova estrutura que buscava melhor garantir o fair play e a sustentabilidade financeira, ao mesmo tempo em que fornecia um apoio significantemente maior para a pirâmide futebolística mais ampla.

- Acreditamos que nunca devemos ficar parados e que o esporte deve revisar constantemente as competições e a governança para garantir que o jogo que todos amamos continue a evoluir e entusiasmar os fãs em todo o mundo. Gostaríamos de agradecer a todos os apoiadores que apresentaram suas opiniões ponderadas - completou.

FONTE/CRÉDITOS: G1
Comentários:

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )